HPLHCM Lisboa
Início > Notícias
.
Escrituras de 390 fogos dos empreendimentos de Entrecampos e Paço do Lumiar arrancaram hoje
SO, LUSA, 10-11-2010

A Empresa Pública de Urbanização de Lisboa anunciou hoje o arranque das escrituras dos 390 fogos do Programa ‘EPUL Jovem’ nos empreendimentos da Praça de Entrecampos e Paço do Lumiar, cujas entregas acumulavam atrasos de um a seis anos.

Estes apartamentos faziam parte do conjunto de fogos que a EPUL previa concluir até final deste ano, recuperando assim o atraso acumulado na conclusão e entrega destas casas aos jovens.

Ao todo, serão assinadas 390 escrituras de compra e venda de apartamentos de tipologia T0 e T3 (quatro assoalhadas), sendo que 306 pertencem ao empreendimento da Praça de Entrecampos (Lote 3) e 84 ao do Paço do Lumiar (Lote F).

De acordo com a empresa, a maior parte destes jovens compradores residia até agora fora de Lisboa, cidade que perdeu nas últimas três décadas perdeu 100 mil habitantes.

Em declarações à Lusa, o administrador da EPUL Fernando Santo explicou que, com estas escrituras, a EPUL consegue atingir os objetivos que tinha definido no Plano de Actividades e Orçamento para este ano, tanto recuperando tempo em obras que, nalguns casos, já acumulavam atrasos de seis anos, como arrancando com outras que estavam paradas.

“Desta forma terminamos em 2010 os compromissos assumidos relativamente a Entrecampos. Desta forma estamos a pôr a EPUL no plano de credibilidade perante a cidade e os nossos clientes, cumprindo o que é possível atendendo ao passado e ao rigor que pretendemos estabelecer face ao futuro”, afirmou.

Fernando Santo explicou ainda que a prioridade desta administração era concluir os compromissos relativamente aos quais a empresa estava atrasada, nalguns casos seis anos (Paço do Lumiar) e arrancar com o que estava paralisado (Martim Moniz e duas obras de reabilitação urbana na Rua São Bento e Av. D. Carlos I que tinham alguns apartamentos também para jovens).

No caso do empreendimento do Martim Moniz (EPUL Jovem) as obras estavam paradas desde 2008 e este ano a EPUL avançou com a construção de 130 fogos, fez a revisão do projeto e adjudicou a obra em Outubro.

Já no caso das obras de reabilitação na Rua de São Bento e na Avenida D. Carlos I, que tinham alguns apartamentos também para jovens, deverão terminar em 2011, segundo aquele administrador da empresa.

Em relação às obras em curso, Fernando Santo sublinhou que a EPUL terminou a construção do empreendimento de Entrecampos (Lote 3), com 306 apartamentos e 48 lojas, cuja entrega estava atrasada desde 31 de dezembro de 2009.

“É suposto fazer todas as escrituras até final do ano, incluindo as do concurso de 89 fogos sobrantes do Lote3 e do Lote F do Paço do Lumiar que tinha sido lançado em Maio deste ano”, explicou.

No caso do Paço do Lumiar, Fernando Santo reconheceu que a situação é “mais grave”, já que esta administração herdou um atraso que se arrastava desde 2004.

O empreendimento foi concluído em agosto, as escrituras já começaram a ser assinadas e, segundo o responsável, a empresa conta entregar ainda este ano 84 apartamentos.

Fernando Santo acrescentou ainda que a EPUL conta igualmente terminar ainda este ano o empreendimento do Alto da Faia (Lumiar), com 24 apartamentos para o mercado de segmento médio.