HPLHCM Lisboa
Início > Notícias
"São urgentes instrumentos políticos claros para actuar na área da violência doméstica"
AR, 26-03-2015

As questões da violência doméstica, como todas as da área social, implicam uma actuação que tem ser transversal. Começando desde logo pela educação: nada se faz sem mostrar às pessoas que é possível quebrar ciclos de violência e de repetição de comportamentos; a própria vítima tem de perceber que não está sozinha, que isto diz respeito a todos nós. Mas, para além de uma constante monitorização e diagnóstico, é urgente na área da habitação o aparecimento de instrumentos políticos que tomem posições, e de forma clara. O alerta foi lançado pela vereadora Paula Marques, no final de mais uma sessão na Assembleia Municipal de Lisboa sobre a Erradicação da Violência contra as Mulheres.Veja aqui o video

Documentos
Documento em Formato application/pdf Programa Conferência INTA74 Kb